Ações da Renner lideram Ibovespa após BofA recomendar compra

HomeEconomia

Ações da Renner lideram Ibovespa após BofA recomendar compra

As ações da Renner (LREN3) sobem nesta terça-feira (2), impulsionadas pela mudança na recomendação e preço-alvo do Bank of America para a varejista.

Em relatório, o BofA mudou a recomendação de venda para compra das ações da Renner e aumentou o preço-alvo dos papéis de R$ 16,50 para R$ 21.

Com isso, perto das 12h35, as ações da Renner subiam 2,73%, a R$ 17,36, liderando o Ibovespa. Na máxima do dia, os papéis alcançaram R$ 17,54.

Aumento da oferta de crédito

Um dos motivos para mudança da avaliação está relacionada à recuperação do crédito, principalmente via cartão Renner.  

“Uma nova equipe de crédito ao consumidor da Renner parece estar fazendo progressos sólidos”, diz o relatório. O BofA destaca “utilização de dados, algoritmos mais ativos e voltados para a reativação futura da principal clientela”.

A recuperação do crédito é aspecto particularmente importante para a Renner. Isso porque os clientes que usam cartão de crédito têm tíquetes mais altos e maior frequência de compra.

“Estima-se que os usuários do cartão Renner tenham valores de transação de 30% a 50% acima da média geral”, ressalta o BofA.

Shein e Shoppe preocupam menos LREN3

Além disso, as preocupações relacionadas ao aumento da participação de sites como Shein e Shopee no varejo nacional “começaram a desaparecer”. Isso ajudou a elevar as projeções para as ações da Renner.

Isso porque os dados do Banco Central mostram que o comércio eletrônico transfronteiriço aumentou apenas 2% em janeiro de 2024. A estimativa era de 145% no ano passado.

Travas legais “baseadas na isonomia” e “esforços contínuos de lobby” contribuíram com a “geração de impostos incrementais ou valores mínimos mais baixos no comércio eletrônico transfronteiriço”, acrescenta o banco em seu relatório.

Shein, Coteminas, setor têxtil
Foto: montagem de Romain Doucelin/Hans Lucas/Reuters

Resultados

Recentemente, a Renner registrou lucro líquido de R$ 526,9 milhões. A apresentação dos resultados ocorreu no último dia 15.

A empresa afirmou que as vendas do quarto trimestre de 2023 ficaram em linha com as expectativas, “ancoradas, basicamente, por maiores volumes de peças, inclusive na Black Friday e no Natal”.

A Youcom, uma das marcas da rede, apresentou “bom desempenho nas vendas”, segundo a Renner, por conta “da assertividade da coleção de verão e maior aposta em itens leves”.

Já a Camicado apresentou estabilidade “em função da menor metragem quadrada, reflexo dos fechamentos de unidades realizados ao longo do ano”, justifica a varejista.

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS