Americanas (AMER3) vendeu R$ 1 bilhão em chocolates na Páscoa; saiba mais

HomeÚltimas Notícias

Americanas (AMER3) vendeu R$ 1 bilhão em chocolates na Páscoa; saiba mais

A Americanas (AMER3), em recuperação judicial, vendeu R$ 1 bilhão em chocolates na Páscoa e bateu a meta anunciada pela companhia no início do mês de março. O objetivo era crescer 20% em comparação com a Páscoa de 2023.

No total, nas mais de 1,6 mil lojas físicas espalhadas pelo país, site e aplicativo da marca, foram 160 milhões de unidades de produtos vendidos, como ovos de chocolates caixas de bombom, além de pelúcias Só em relação aosovos de Páscoa e itens temáticos, foram 13 milhões de itens vendidos.

O resultado da Americanas, com a rentabilidade do evento, atingiu as expectativas da nova gestão e reforça o movimento de transformação da companhia, com foco na estratégia comercial e em novas bases de relacionamento com parceiros e fornecedores.

“Um a cada dois brasileiros comprou produtos de Páscoa na Americanas. Tivemos um crescimento de 14% no número de transações nas lojas físicas frente o mesmo período do ano anterior. Por trás desse resultado, tem uma estratégia de compra e distribuição muito bem azeitada com os nossos fornecedores, que tem na Americanas um canal de vendas de extrema relevância”, afirma Osmair Luminatti, vice-presidente comercial e de operações da Americanas.

A Americanas também manteve a primeira posição em 20 das 25 principais buscas orgânicas na internet relacionadas ao evento, com termos como Ovo de Páscoa, Chocolate, Barra de Chocolate, Caixa de Bombom e Bis.

“Esta Páscoa comprovou que a Americanas conta com um componente de vendas que faz toda a diferença: a lembrança e o carinho do público pela marca, além de um atributo fundamental para o bolso do brasileiro nos dias de hoje que é a variedade, tanto de preço e quanto de sortimento”, complementa o executivo.

A acessibilidade nos preços dos produtos ofertados na Páscoa da Americanas contribuiu ainda para o maior uso de meios de pagamento com formatos à vista (Pix, cartão de débito e dinheiro), que representaram 57% do total mesmo com o maior fluxo de clientes na última semana do mês.

Fonte: clique aqui.
Você bem informado!

COMMENTS