Áreas livres das estações do BRT Hiper e Cidadela ganham espaços de esporte, lazer e lojas comerciais – Secretaria de Comunicação

HomeSalvador

Áreas livres das estações do BRT Hiper e Cidadela ganham espaços de esporte, lazer e lojas comerciais – Secretaria de Comunicação

Foto: Betto Jr. / Secom PMS

Além de darem suporte à mobilidade urbana, as estruturas do BRT também passam a promover para a população de Salvador estímulo ao esporte, lazer e geração de renda. O prefeito Bruno Reis entregou nesta quarta-feira (3) a urbanização das áreas livres sob os elevados das estações Hiper e Cidadela, na Avenida ACM, visando a dinamização desses espaços. 

Com investimento de R$18 milhões, o projeto envolveu a implantação de uma série de equipamentos, como lojas comerciais, parque infantil, quadras, campo de futebol e a maior pista de skate da cidade. A obra faz parte do pacote de ações em comemoração aos 475 anos da capital baiana. 

A proposta das intervenções foi ressignificar o entorno das estações e das áreas embaixo dos elevados do modal, dando um novo sentido a elas ao oferecer mais infraestrutura e qualidade de vida, sobretudo a quem vive nas localidades da Polêmica, Alto do Saldanha, Candeal e Santa Cruz. 

“O BRT é mais do que uma obra de transporte público, mas  é de mobilidade, porque resolveu os engarrafamentos nesta região e de infraestrutura, porque acabou com os alagamentos. Esses novos equipamentos implantados vão proporcionar à comunidade espaços de lazer, inclusive com lojas que poderão ser exploradas comercialmente em diversos produtos, proporcionando oportunidades de trabalho e de emprego”, destacou Bruno Reis. 

O chefe do Executivo municipal acrescentou que a Prefeitura lançará editais de concessões dos espaços para que o privado faça a exploração das lojas que serão ocupadas com farmácias, delicatessens, mercados, lanchonetes, entre outros empreendimentos, mediante contrapartida para o município.

“Também já está em curso a elaboração do projeto de urbanização da área da estação do Vale das Pedrinhas. Embaixo daquele elevado haverá o mesmo conceito. Estamos discutindo com a comunidade quais são os equipamentos e intervenções que vamos realizar no local, para possibilitarmos que o cidadão utilize um espaço que passará a ter grande utilidade”, frisou Bruno Reis.

O prefeito visitou a área da estação Cidadela e se deslocou até a do Hiper num ônibus do BRT que já faz parte da nova frota que rodará no segundo trecho do sistema (entre Cidade Jardim até a Lapa), cuja obra será inaugurada nos próximos dias. Os veículos têm capacidade mais ampliada para os usuários e possuem 15 metros de extensão.

Atrativos – Dentre os equipamentos criados para a prática esportiva nas áreas das estações do Hiper e Cidadela estão um campo de futebol, duas quadras poliesportivas, quadra de basquete, estrutura para futmesa, quadra de areia, quadra de futevôlei, tênis de mesa e pista de skate. Também foram implantadas academias ao ar-livre, parque infantil com brinquedos, bicicletário e praças de convívio.

Os centros comerciais podem abrigar comércios de bairro além de outros serviços de passagem para atender demandas emergenciais de quem utiliza os serviços de transporte público onde estão inseridos. 

De acordo com a Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), responsável pelo projeto urbanístico, o objetivo é estimular o uso social dos equipamentos.

“Fizemos o estudo do entorno dessas áreas. Salvador tem duas centralidades: o centro tradicional e este aqui que é o centro financeiro e empresarial da cidade, mas que também possui muitas moradias. A comunidade da Polêmica, por exemplo, não tinha uma área de lazer devido à alta densidade e falta de espaço livre. Deste modo, atendemos todas as demandas, incluindo serviços e parque com brinquedos inovadores”, explicou a presidente da FMLF, Tânia Scofield.

“Conseguimos dar uso a espaços ociosos que são integrados não apenas ao BRT, mas a dois modais: ônibus e metrô. Ou seja, é uma área com fluxo muito grande de pessoas. Agora, elas poderão dar uma parada aqui depois do trabalho e, antes de ir para casa, usar esses atrativos”, acrescentou a gestora.

Titular da Secretaria de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Muller celebrou o impacto do projeto. “O BRT tem tido um movimento crescente, transportando diariamente 50 mil pessoas nesta que é uma das regiões mais movimentadas da cidade em relação a origem e destino do transporte público. O município, através da SalvadorPar, já estuda o modelo de concessão desses espaços públicos para uma administração dos empreendimentos comerciais, trazendo mais evolução dessa área tanto em termos comerciais quanto urbanísticos.

Qualidade de vida – Moradores da Polêmica comemoram a urbanização feita sob duas estações do BRT que ficam próximas. “Jamais iríamos imaginar que teríamos áreas como essas. A Prefeitura teve um olhar clínico proporcionando não apenas para a Polêmica como para toda a região mais lazer. As crianças que moram por aqui poderão se divertir pertinho de casa, seja no skate ou nas quadras. Vários projetos de escolinha de futebol poderão ser realizados devido a essas obras”, avaliou o cobrador Adenilson Pereira, 54 anos.

Vendedora de confecções, Alzira Nogueira, 60, também ficou maravilhada com a intervenção. “Há muitos anos, vínhamos lutando por melhorias na comunidade. Essas áreas, antes, eram pontos sem serventia e nos traziam muita insegurança. Consequentemente, os jovens poderão frequentar esses espaços para prática de esportes, ficando afastados da criminalidade”, disse.

Reportagem: Vitor Villar e Thiago Souza / Secom PMS

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS