As 10 maiores pagadoras de dividendos do mundo

HomeEconomia

As 10 maiores pagadoras de dividendos do mundo

Os dividendos pagos por companhias de capital aberto chegaram a US$ 1,66 trilhão em 2023. Os dados foram publicados na 41ª edição do Global Dividend Index, ranking publicado anualmente pela gestora Janus Henderson. A marca deste ano corresponde a um crescimento de 5,6% na comparação com 2022. 

O estudo aponta ainda que os bancos entregaram dividendos recordes em 2023 – o que corresponde à metade do crescimento mundial de dividendos.

Por outro lado, as companhias mineradoras distribuíram um volume menor de proventos. A queda veio principalmente da Petrobras, que distribuiu US$ 10 bilhões a menos para seus acionistas, em 2023 em relação ao ano anterior. 

Confira abaixo a lista das empresas que mais distribuíram dividendos no mundo em 2023:

Microsoft Corporation US$ 20,74 bilhões
Apple US$ 14,90 bilhões
Exxon Mobil US$ 14,79 bilhões
China Construction Bank US$ 12,99 bilhões
PetroChina US$ 12,75 bilhões
BHP Group US$ 12,30 bilhões
China Mobile Limited US$ 12,14 bilhões
Johnson & Johnson US$ 11,99 bilhões
JPMorgan Chase & Co US$ 11,81 bilhões
A.P. Moller US$ 11,73 bilhões
Fonte: Global Dividend Index

Tecnologia se destaca, mas vale a pena investir? 

Duas empresas de tecnologia aparecem em destaque no ranking das maiores pagadoras de dividendos do mundo: Microsoft (MSFT, MSFT34) e Apple (AAPL, AAPL34). Na avaliação de Enzo Pacheco, analista da Empiricus Research, é notável o valor pago por essas companhias, mas quando o assunto é dividendos, mais importante que o valor nominal, é o dividend yield (rendimento) obtido. 

“Digo isso porque, apesar desses valores relevantes, os dividend yields dessas empresas [Microsoft e Apple] são de 0,71% e 0,56%, respectivamente. Já no caso da Exxon Mobil, o dividend yield atual é de 4,1%; e JPMorgan Chase é de 2,3%”, ressalta o analista.  

Além disso, as big techs estão em um setor com muitas oportunidades de investimentos. “Geralmente elas preferem reter esses recursos e direcionar para o próprio negócio pois entendem que o retorno desses investimentos será maior do que o investidor poderia obter em outras opções”, explica. 

O analista destaca que, apesar de existirem empresas do setor de tecnologia com dividend yields maiores, como a Cisco (3,2%) ou a Broadcom (1,6%), o investidor com foco em dividendos está mais bem servido em outros setores. 

Como montar uma boa estratégia de dividendos?

Para o investidor focado em dividendos, de acordo com Enzo, o melhor é procurar negócios mais maduros, com menor potencial de crescimento, e que devolvem boa parte dos recursos gerados no negócio para seus investidores por meio de dividendos ou recompras de ações. 

“Sobre as empresas de outros setores, destaco o segmento de energia, que tem aumentado cada vez mais os proventos pagos aos seus acionistas, assim como o financeiro, por conta da capacidade de crescer os dividendos pagos ao longo do tempo. Mas o foco aqui deve ser os maiores bancos americanos, cujo risco de enfrentar grandes problemas é menor do que seus pares regionais”.  

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS