Brasil deve explorar petróleo até melhorar IDH, diz Silveira

HomeGoverno

Brasil deve explorar petróleo até melhorar IDH, diz Silveira

Ministro de Minas e Energia argumenta que recursos são revertidos à população, apesar de o país ter prometido abandonar combustíveis fósseis

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, disse que o Brasil deve explorar petróleo e gás até atingir o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) dos países industrializados.

Na minha opinião, [o país deve explorar petróleo e gás] até quando o Brasil conseguir alcançar IDH à altura do que atingiram os países industrializados, que hoje podem contribuir muito pouco com a questão ambiental porque se industrializaram muito antes de nós”, disse Silveira em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, publicada na 4ª feira (3.abr.2024).

O IDH utiliza dados como expectativa de vida, renda e escolaridade para medir o bem-estar da população. Conforme o último relatório divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas), em 13 de março, o Brasil caiu duas posições no ranking com dados de 2022. Foi para a 89ª posição na lista de 193 países.

O ministro afirmou que “boa parte do nosso petróleo, tanto dos impostos quanto da parte da partilha que foi estabelecida no pré-sal, [cria] recursos que são destinados à saúde e à educação do povo brasileiro”. Segundo ele, “o petróleo é uma fonte energética importante para combater desigualdade”.

Em dezembro de 2023, as 200 nações participantes da COP28 (Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas), em Dubai, concordaram em abandonar os combustíveis fósseis. O Brasil é um dos signatários do acordo.

Na avaliação de Silveira, os brasileiros devem “se orgulhar muito de ser o líder da transição energética global”. Porém, ressaltou que “em nenhum lugar do mundo podem afirmar em quanto tempo nós vamos poder abrir mão das fontes energéticas fósseis”.

Silveira, no entanto, afirmou que, “até 2040”, o país terá “uma matriz praticamente limpa e renovável. (…) O que não é sinônimo de abrir mão dos fósseis.


Leia mais:

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS