Cerca de mil pessoas aguardam resgate em Taiwan após ficarem presas em montanha por conta do terremoto

HomeInternacional

Cerca de mil pessoas aguardam resgate em Taiwan após ficarem presas em montanha por conta do terremoto

Parque Nacional estabeleceu um centro de emergência e está contando com as equipes de montanhismo para conseguir resgatar as vítimas

HANDOUT / HUALIEN FIRE DEPARTMENT / AFP
Este folheto do Corpo de Bombeiros de Hualien, tirado e divulgado em 3 de abril de 2024, mostra destroços em Hualien, depois que um grande terremoto atingiu o leste de Taiwan

Quase 24 horas depois do terremoto em Taiwan que deixou ao menos nove mortos e mais de mil feridos, a ilha segue contando e lidando com os estragos dos tremores, os mais fortes em 25 anos. Segundo a agência estatal de notícias ‘CNA’, cerca de mil pessoas estão presas nas montanhas do parque Nacional Taroko, no condado de Huelien, no sudeste de Taiwan. De acordo com estimativas das autoridades do parque, pelo menos 654 pessoas, incluindo turistas e funcionários, estavam em Taroko no momento do terremoto e várias centenas de pessoas entraram no parque mais tarde, elevando o número de pessoas retidas para cerca de mil.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

O Parque Nacional estabeleceu um centro de emergência e está contando com as equipes de montanhismo para conseguir resgatar as pessoas. Em decorrência do terremoto, o Parque vai permanecer fechado até 7 de abril e seus  responsáveis ​​pediram aos visitantes que evitassem áreas que foram afetadas pelo terremoto. O condado de Hualien foi o mais afetado pelo sismo, o mais grave em Taiwan desde 1999 e que deixou pelo menos nove mortos em toda a ilha, segundo os últimos números oficiais.

O terremoto que atingiu Taiwan na manhã de quarta-feira (3) (noite de terça-feira (2) em Brasília), provocou danos em vários edifícios, assim como um alerta de tsunami na costa leste da Ásia, suspenso após algumas horas. Todas as mortes registradas até o momento aconteceram no condado de Hualien, o ponto mais próximo ao epicentro do terremoto, no leste da ilha, informou o Corpo de Bombeiros. Três das vítimas morreram esmagadas por rochas enquanto faziam uma caminhada, e outras três morreram em seus veículos, atingidas por deslizamentos de terra. Uma pessoa morreu em uma pedreira, segundo os primeiros dados fornecidos pelas autoridades. Além disso, a fonte revisou em alta o número de feridos, que já está em 1.011 pessoas, mas não especificou a gravidade das lesões.

O tremor foi sentido na outra margem do Estreito de Taiwan, na região de Fujian da China continental, assim como na cidade semiautônoma de Hong Kong. Também desencadeou alerta de tsunami em Taiwan, nas ilhas do sudoeste do Japão e em várias províncias das Filipinas, que foram suspensos após algumas horas. No Japão, as autoridades suspenderam temporariamente o tráfego aéreo no aeroporto de Naha, na ilha de Okinawa. Um porta-voz do governo japonês disse que não foram detectadas vítimas na região. A agência meteorológica japonesa detectou ondas de tsunami de até 30 centímetros em algumas ilhas.

*Com informações da EFE e AFP

 

 

 

 

 

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS