Como escolher a melhor cripto para investir? 

HomeEconomia

Como escolher a melhor cripto para investir? 

Como escolher a melhor cripto para investir? A dúvida, que surgiu de um leitor da Inteligência Financeira, pode ser também o questionamento de outras pessoas. Antes de tudo, é importante conhecer as duas principais criptomoedas do mercado: bitcoin e ether. 

A primeira delas é a mais conhecida. O bitcoin funciona como a porta de entrada para quem quer investir nesse mercado. O ativo digital surgiu em 2008 e de lá para cá já passou por diversas fases e oscilações. Foi criado pelo pseudônimo de Satoshi Nakamoto – não se sabe até hoje a identidade real da pessoa ou grupo por trás.  

Já o ether, cripto nativa da rede Ethereum, surgiu alguns anos depois, em 2014. A segunda moeda digital mais conhecida e todo seu sistema têm um nome por trás: o programador russo-canadense Vitalik Buterin. Assim como a blockchain do bitcoin, a rede permite a transferência de criptomoedas entre indivíduos sem a necessidade de uma terceira parte.

Como escolher a melhor cripto para investir? 

De acordo com Valter Rabelo, head de ativos digitais da Empiricus Research, quando se fala em investir em cripto, não dá para começar sem ser pelos dois principais ativos: bitcoin e ether. “É como você consegue acompanhar o crescimento do mercado cripto como um todo. Agora, investindo em moedas menores, você provavelmente vai encontrar um alfa, ou seja, um retorno além de um índice de referência, como o bitcoin”, explica.  

Porém, os riscos nesse caso também são maiores.

De acordo com o especialista, é importante analisar alguns pontos antes de investir em uma cripto:  

  • Como é a oferta e a demanda desse ativo?  
  • Como ele está distribuído em uma rede? 
  • Qual a utilidade desse ativo? 
  • O poder de compra dele pode ser diluído ou inflacionado?  
  • Esse ativo está dentro de uma narrativa que importa no momento? 

Além disso, é importante ter a clareza de que se trata de um mercado bastante volátil. Indo além das criptos mais conhecidas, Valter destaca outros ativos e protocolos interessantes para prestar atenção no momento. “Um exemplo é a Stacks (STX), uma moeda mais ligada a programabilidade do bitcoin. Tem também narrativas ligadas à Inteligência Artificial e tokenização de ativos reais. São narrativas com mais qualidade em termos de utilidade, demanda e oferta equilibrada”.  

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS