Goleiro senegalês é suspenso por dois jogos na Espanha por reagir a insultos racistas

HomeInternacional

Goleiro senegalês é suspenso por dois jogos na Espanha por reagir a insultos racistas

Clube também vai ter que mexer no bolso pela confusão; justiça estabeleceu uma multa de três mil euros (pouco mais de R$ 16 mil)

Reprodução/Instagram/@sarr_oficial

Cheikh Sarr, do Rayo Majadahonda, foi vítima de racismo no começo de abril

O goleiro senegalês Cheikh Sarr, do Rayo Majadahonda, da terceira divisão do Campeonato Espanhol, foi punido com dois jogos de suspensão por ter reagido aos insultos racistas que sofreu no final de semana. Durante a partida, por causa do tumulto que foi gerado por causa da sua reação, Sarr recebeu cartão vermelho e foi expulso. Revoltados, os companheiros de time deixaram o campo em solidariedade. A justiça esportiva da Espanha resolveu agir com rigor na questão e suspendeu o goleiro por dois jogos sob a justificativa de “pequena infração antidesportiva”.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

O clube também vai ter que mexer no bolso pelo incidente. A justiça estabeleceu uma multa de três mil euros (pouco mais de R$ 16 mil). Além disso, o tribunal definiu que o resultado da partida terminou com o placar de 3 a 0 em favor do Sestao, pelo fato de o Rayo Majadahonda ter abandonado o campo. A justiça também impôs uma punição ao mandante na partida. O clube vai ter de receber seus próximos dois compromissos com os portões fechados por causa do incidente. Nas redes sociais, Sarr comentou sobre o ocorrido e pediu desculpas por sua reação, mas disse que continuará lutando contra o racismo.

 

 

 

 

 

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS