Justiça determina volta de Ronnie Lessa para prisão no Rio de Janeiro

HomeBrasil

Justiça determina volta de Ronnie Lessa para prisão no Rio de Janeiro

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) determinou a volta do policial militar reformado Ronnie Lessa para o sistema prisional do Rio de Janeiro em até 30 dias. Atualmente, Lessa está preso na Penitenciária Federal de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. As informações são do G1.

Ronnie Lessa é apontado como autor dos disparos que mataram a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes em março de 2018, no Rio de Janeiro. O policial reformado está preso desde 2019.

Lessa fechou um acordo de delação premiada com a Polícia Federal (PF). As informações passadas pelo policial militar resultaram na prisão de Chiquinho Brazão, deputado federal, Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Rio, e do delegado Rivaldo Barbosa.

O Metrópoles entrou em contato com a Justiça do Rio e com o TRF-3 sobre o caso, mas não obteve retorno. O espaço segue aberto.

Caso Marielle

A vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes foram mortos a tiros em 14 de março de 2018, no centro do Rio de Janeiro. Segundo informações da PF, o assassinato da vereadora teria sido encomendado pelos irmãos Brazão e planejado por Rivaldo Barbosa, chefe da Polícia Civil do Rio na época do crime.

Ainda de acordo com a PF, Marielle Franco foi assassinada em decorrência de atritos com Chiquinho Brazão, que era vereador do Rio na época, por causa de um projeto para regularização de terras ilegais em áreas dominadas pela milícia.

Os irmãos Brazão e Rivaldo Barbosa foram presos em 24 de março no Rio de Janeiro. No mesmo dia eles foram transferidos para a Penitenciária Federal de Brasília.

No entanto, Chiquinho foi encaminhado para a Penitenciária Federal de Campo Grande, Dominguinhos para Porto Velho e Rivaldo continuou em Brasília.

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS