Pneumonia silenciosa: sintomas, causas e tratamento

HomeLifestyle

Pneumonia silenciosa: sintomas, causas e tratamento

Pneumonia silenciosa é uma inflamação nos pulmões que não causa os sintomas típicos da pneumonia, como febre alta, tosse seca ou com catarro, falta de ar e dor no peito, no entanto, podem estar presentes porém de forma leve.

Esse tipo de pneumonia, também conhecida popularmente como pneumonia “assintomática”, pode ser causada por vírus, bactérias ou fungos, e ser transmitida para outras pessoas através de gotículas respiratórias liberadas quando a pessoa infectada tosse, espirra ou fala.

Leia também: Pneumonia: o que é, sintomas, tipos, causas e tratamento


tuasaude.com/pneumonia

No caso de suspeita de pneumonia silenciosa, deve-se consultar o pneumologista ou clínico geral, para que seja confirmado o diagnóstico e iniciado o tratamento que normalmente envolve repouso, hidratação e uso de antibióticos ou anti-inflamatórios, e suporte respiratório nos caos mais graves.


Sintomas de pneumonia silenciosa

Os principais sintomas de pneumonia silenciosa são:

  • Febre com calafrios;
  • Cansaço excessivo;
  • Mal estar geral;
  • Dor no corpo, na cabeça, ouvido ou garganta;
  • Perda do apetite;
  • Nariz escorrendo;
  • Tosse seca ou com catarro, que piora com o tempo;
  • Dor no peito pelo ato de tossir.

Os sintomas da pneumonia silenciosa são mais leves do que na pneumonia típica, podendo ser confundido com sintomas brandos de gripe ou resfriado, e geralmente surgem cerca de 2 a 3 semanas após o início da infecção. Saiba identificar todos os sintomas de pneumonia.

Além disso, como esse tipo de pneumonia tem sintomas mais leves e graduais, é comum que seja diagnosticada em estágios mais avançados, uma vez que a pessoa pode demorar a consultar o médico.

Sintomas de pneumonia silenciosa infantil

Os sintomas de pneumonia silenciosa infantil também são mais leves, podendo surgir:

  • Falta de apetite;
  • Irritabilidade;
  • Febre baixa;
  • Dificuldade para respirar;
  • Tosse que não melhora;
  • Cansaço excessivo ou fadiga;
  • Vômitos.

No caso o bebê ou criança apresentar sinais de pneumonia silenciosa infantil, deve-se levá-la ao pediatra  para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento mais adequado.

Leia também: Pneumonia na criança: sintomas, causas e tratamento


tuasaude.com/pneumonia-infantil

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da pneumonia silenciosa é feito pelo pneumologista ou clínico geral através da avaliação dos sintomas, histórico de saúde e do exame físico ao solicitar a pessoa para inspirar e expirar, enquanto escuta os pulmões com um estetoscópio.

Marque uma consulta com o pneumologista na região mais próxima de você:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Pneumologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.



Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.


Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Além disso, o médico também deve fazer um exame de oximetria, colocando um aparelho em um dos dedos da mão para medir a quantidade de oxigênio no sangue.

Para confirmar o diagnóstico, o médico deve pedir um exame de raio X de tórax ou tomografia computadorizada, além de outros exames como teste do escarro, broncoscopia e cultura do líquido pleural, para identificar a infecção e qual o microrganismo que está causando a pneumonia silenciosa.

Possíveis causas

A pneumonia silenciosa é causada por uma inflamação em um ou nos dois pulmões, por vírus, bactérias ou fungos, podendo afetar qualquer pessoa em qualquer idade.

Leia também: Pneumonia bilateral: o que é, sintomas, causas e tratamento


tuasaude.com/pneumonia-bilateral

Esse tipo de pneumonia pode ser mais grave em bebês, crianças ou idosos, pois têm o sistema imunológico mais enfraquecido, assim como pessoas que usam remédios imunossupressores ou que tenham imunodeficiências.

Como acontece a transmissão

A pneumonia silenciosa pode ser transmitida através da inalação de gotículas de saliva ou secreções nasais liberadas quando a pessoa infectada tosse, espirra ou fala. 

Além disso, a pneumonia silenciosa também pode ser transmitida através do contato com vírus, fungos ou bactérias  presentes no ar, solo ou fezes de pássaros contaminados.

Leia também: Como é o contágio da pneumonia e como prevenir


tuasaude.com/dicas-para-evitar-a-pneumonia

Esse tipo de pneumonia é altamente contagiosa pois como causa sintomas leves, a pessoa com a doença pode transmitir facilmente os microrganismos par outras pessoas.

Como é feito o tratamento

O tratamento da pneumonia silenciosa é o mesmo da pneumonia atípica e deve ser feito com orientação do pneumologista ou clínico geral e varia de acordo com o microrganismo que causou a infecção.

Assim, o tratamento da pneumonia silenciosa pode ser feito com remédios anti-inflamatórios para reduzir a inflamação nos pulmões, ou remédios antibióticos para combater bactérias, no caso da pneumonia bacteriana.

Leia também: 8 antibióticos para pneumonia (e outros tratamentos)


tuasaude.com/tratamento-da-pneumonia-bacteriana

O médico também pode indicar remédios antifúngicos para pneumonia fúngica, ou alguns antivirais, no caso da pneumonia viral. 

Além disso, é recomendado repouso e aumento da ingestão de líquidos, para facilitar a recuperação e, em alguns casos pode ser necessário internamento hospitalar para aplicação de remédios na veia e ter suporte respiratório. Veja todas as opções de tratamento para pneumonia. 

Assista também o vídeo a seguir com mais detalhes sobre como é feito o tratamento da pneumonia silenciosa:

youtube image - PNEUMONIA: os sintomas que você tem que conhecer

Fonte: clique aqui.
Você bem informado!

COMMENTS