Setor de telecomunicações dos EUA se opõe a plano de restabelecer regras de neutralidade de rede

HomeÚltimas Notícias

Setor de telecomunicações dos EUA se opõe a plano de restabelecer regras de neutralidade de rede

O setor de telecomunicações dos Estados Unidos se opõe ao plano da Comissão Federal de Comunicações (FCC) do país de restabelecer as regras históricas de neutralidade de rede que foram revogadas em 2017 pelo ex-presidente Donald Trump.

As regras de neutralidade da rede impedem que os provedores de serviços de internet bloqueiem ou limitem o tráfego ou ofereçam vias rápidas pagas.

O presidente-executivo da USTelecom, Jonathan Spalter, do grupo, cujos membros incluem as operadoras AT&T e Verizon, além da SpaceX e outras empresas, chamou o esforço de “totalmente contraproducente, desnecessário e uma distração regulatória anticonsumo”.

A Associação de Internet e Televisão (NCTA) dos EUA, que representa os principais provedores de serviços de internet do país, incluindo a Comcast, disse que o plano “prejudicará seriamente os esforços coletivos de nossa nação para construir e manter uma banda larga confiável em comunidades rurais e não atendidas” e disse que resultará em “anos de litígio e incerteza”.

A Reuters relatou pela primeira vez o plano da FCC de votar o plano em 25 de abril. A comissão quer assumir uma nova supervisão regulatória da internet de banda larga que foi rescindida sob Trump, disse a presidente da FCC, Jessica Rosenworcel, à Reuters na terça-feira. O restabelecimento das regras tem sido uma prioridade do presidente democrata, Joe Biden.

A Associação da Indústria de Computadores e Comunicações, cujos membros incluem Amazon.com, Apple, Alphabet e Meta, em dezembro apoiou a retomada das regras, argumentando que elas “devem ser reintegradas para preservar o acesso aberto à internet”.

O senador republicano Ted Cruz disse na quarta-feira que as regras de neutralidade da rede “aumentarão os preços, afastarão a inovação, prejudicarão a implantação da banda larga e não beneficiarão ninguém, exceto a prepotente FCC de Biden em seus esforços intermináveis para controlar a internet”.

O senador democrata Ed Markey disse que restabelecer “as proteções de neutralidade da rede é vital para proteger a internet livre e aberta e garantir que a FCC tenha autoridade sobre a banda larga”.

Fonte: clique aqui.
Você bem informado!

COMMENTS