Textor presta depoimento na Polícia Civil do Rio após declarações polêmicas

HomeInternacional

Textor presta depoimento na Polícia Civil do Rio após declarações polêmicas

No começo de mês passado, Textor disse ter gravações de árbitros reclamando por não terem supostamente recebido propina e o americano disse recentemente que goleadas do Palmeiras sobre o São Paulo (5 a 0) e sobre o Fortaleza (4 a 0) foram manipuladas

Vitor Silva/Botafogo.
O americano foi mais específico e afirmou as goleadas do Palmeiras sobre o São Paulo (5 a 0) e sobre o Fortaleza (4 a 0), ambos em outubro, foram manipuladas

O dono da SAF do Botafogo, John Textor, prestou depoimento na Polícia Civil, no Rio de Janeiro, na quarta-feira (3), logo após desembarcar na capital fluminense, vindo da França, com o novo treinador botafoguense, o português Artur Jorge. O dirigente é alvo de inquérito aberto pela polícia a pedido do Ministério Público. O empresário americano, que deu declarações polêmicas nas últimas semanas, esteve na polícia acompanhado de três advogados. O depoimento faz parte do inquérito aberto pela Polícia Civil, por meio da Delegacia do Consumidor, após manifestação do Ministério Público do Rio de Janeiro. O MP se manifestou após pedido do juiz Marcello Rubioli, da 1ª Vara Criminal Especializada em Organizações Criminosas e Lavagem de Dinheiro do Rio de Janeiro. O motivo são as acusações de Textor quanto a supostos casos de manipulação de resultados no futebol brasileiro. O americano afirmou que o Palmeiras, atual campeão brasileiro, vem sendo beneficiado pela arbitragem nas duas últimas edições do Brasileirão. No ano passado, o time paulista obteve uma grande reação na tabela do Brasileirão e superou justamente o Botafogo na classificação geral, depois que o clube carioca chegou a exibir 13 pontos de vantagem na liderança.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

No começo de mês passado, Textor disse que possuía gravações de árbitros reclamando por não terem supostamente recebido propina. Nesta semana, o americano foi mais específico e afirmou as goleadas do Palmeiras sobre o São Paulo (5 a 0) e sobre o Fortaleza (4 a 0), ambos em outubro, foram manipuladas. Textor também levantou suspeitas sobre o Brasileirão de 2021. O dono da SAF do Botafogo, no entanto, não apresentou provas sobre o suposto caso de manipulação. Assim, além da Justiça comum, a Justiça desportiva também entrou no caso. Também na quarta, o americano foi denunciado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O caso será julgado no dia 15 deste mês.

*Com informações de Estadão Conteúdo

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS