TJ-SP determina que filho de Lula não se aproxime de ex-namorada

HomeGoverno

TJ-SP determina que filho de Lula não se aproxime de ex-namorada

Natália Schincariol registrou uma ocorrência contra Luís Cláudio Lula da Silva por agressão física e moral

O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) concedeu uma medida protetiva a Natália Schincariol depois que ela registrou um B.O (Boletim de Ocorrência) contra Luís Cláudio Lula da Silva, filho do presidente Lula (PT), na tarde de 3ª feira (2.abr.2024).

Na decisão, a Justiça de SP determina que Luís Cláudio não se aproxime de Natália e saia do apartamento em que vivia com a ex-namorada.

No registro à polícia, realizado na Delegacia da Mulher, em São Paulo, a médica afirma ter sido vítima de violência física e psicológica por parte do filho caçula do presidente.

Ela alega que as agressões eram de “natureza física, verbal, psicológica e moral” e teriam se intensificado com o tempo de relacionamento, que durou cerca de 2 anos. O filho de Lula chamou as acusações de “fantasiosas declarações” –leia a íntegra da nota mais abaixo.

De acordo com Schincariol, ela teria sido agredida com uma “cotovelada na barriga” durante uma briga com Luís Cláudio. Segundo ela, por conta dos traumas causados pelas supostas agressões, ela teve que ficar afastada do trabalho por 1 mês.

Também afirmou que foi“ameaçada” para que não registrasse ocorrência contra Luís Cláudio.

O QUE DIZ O FILHO DE LULA

Em nota divulgada no X (ex-Twitter), a defesa do filho do presidente Lula afirma que tomou conhecimento das “fantasiosas declarações” que teriam atribuído a Luís Cláudio “inverídicas e fantasiosas agressões, cujas mentiras são enquadráveis nos tipos de delitos de calúnia, injúria e difamação”.

A nota, assinada pelos advogados Galib Jorge Tannuri e Carmen Silvia Costa Ramos Tannuri, também afirma que Schincariol poderia responder por reparação por danos morais, “motivos pelos quais serão tomadas as medidas legais pertinentes”.

Copyright
Reprodução/redes sociais – 2.abr.2024

Nota da defesa de Luís Cláudio divulgada pelo X (ex-Twitter) do acusado

Poder360 entrou em contato com a Secom (Secretaria de Comunicação Social) por e-mail para pedir um posicionamento oficial sobre as acusações contra o filho de Lula. Entretanto, não obteve resposta até a publicação deste post. O espaço segue aberto para futuras manifestações.

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS