TSE anula decisão que tornou Leandro Grass inelegível

HomeJustiça

TSE anula decisão que tornou Leandro Grass inelegível

O atual presidente do Iphan foi condenado por disseminar desinformação contra Ibaneis Rocha; a Corte Eleitoral entendeu que não há comprovações dos fatos

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) anulou a decisão do TRE-DF (Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal) que condenou a 8 anos de inelegibilidade o atual presidente do Iphan (Instituto do Património Histórico e Artístico Nacional), Leandro Grass (PV). Ele concorreu ao governo distrital em 2022, mas perdeu no 1º turno para o governador Ibaneis Rocha (MDB).

Grass foi condenado em 5 de março deste ano por abuso dos meios de comunicação durante a campanha de 2022. O tribunal entendeu que o então candidato ao Governo do DF disseminou desinformação contra Ibaneis.

O TSE analisou nesta 3ª feira (14.mai.2024) um recurso do presidente do Iphan contra a decisão da Justiça Eleitoral do Distrito Federal.

A decisão da Corte Eleitoral foi unânime. Os ministros acompanharam o voto do ministro André Ramos Tavares, relator da ação, que entendeu que não há provas de que as alegações de Grass foram além do debate político.

ENTENDA

A ação foi apresentada na Justiça Eleitoral pela Coligação Unidos pelo DF, de Ibaneis. Alega que Grass teria usado o horário gratuito na TV, no rádio e na internet para disseminar a desinformação sobre o governador, que tentava a reeleição.

Como agravante, foi indicada a participação de Ricardo Taffner, coordenador de comunicação da campanha de Grass, na publicação do material falso. Ele foi multado em R$ 20.000 pela maioria do TRE-DF.

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS