Unesp paga R$ 300 mil por mural do artista Kobra e vira alvo críticas

HomeÚltimas Notícias

Unesp paga R$ 300 mil por mural do artista Kobra e vira alvo críticas

Professores e alunos questionam que a quantia poderia ser destinada a outras questões

Resumo
A Unesp inaugurou um mural do artista Eduardo Kobra com um custo de R$ 300 mil, causando polêmica entre estudantes e professores com relação ao investimento.




Foto: Estadão

Universidade Estadual Paulista (Unesp) inaugurou um mural do artista Eduardo Kobra na última segunda-feira, 1. O local escolhido foi a fachada da biblioteca do campus de Marília, interior de São Paulo. Ao todo, foram desembolsados R$ 300 mil para a criação da obra, o que causou polêmica entre estudantes e professores. 

A principalmente alegação dos que foram contra a obra, é de que questionam o destino do custo diante das demandas pendentes na instituição. Existe o entendimento que a quantia conseguiria sanar outras questões mais urgentes na universidade. 

O painel intitulado “Inclusão, Diversidade e Literatura: um encontro necessário”, recebeu cerimônia de inauguração e contou com a presença da diretora do campus, Claudia Mosca Giroto, que ressaltou a proposta da arte de Kobra. 

“A obra dele traz essa luta pela cultura da paz, direitos humanos. E nossos trabalhos são vinculados às disciplinas de inclusão, diversidade e direitos humanos”, disse ela. 

A Associação dos Docentes da Unesp (Adunesp) e o Movimento Estudantil da Unesp de Marília se pronunciaram sobre a situação após toda a repercussão e um uma nota conjunta, condenaram o gasto de R$ 300 mil no mural.

“Em vista das inúmeras demandas urgentes, como a carência de bolsas de estudo para estudantes de graduação, banheiros fechados na entrada do prédio dificultando a acessibilidade de cadeirantes, sistema de ventilação carente de reparos, necessidade de ampliação do atendimento do restaurante universitário, ausência de cantina, de iluminação adequada”, evidencia a nota.

Muito além do conteúdo: os sinais de que a criança deve ser avançada no colégio
Muito além do conteúdo: os sinais de que a criança deve ser avançada no colégio

A diretora da instituição se defendeu, alegando que o mural faz parte de ação cultural vinculada a um projeto que prevê a visitação guiada de alunos de escolas, com o objetivo de promover o incentivo à leitura com a democratização do acesso ao espaço da biblioteca. Em entrevista ao Estadão, a gestora afirma que as demandas apresentadas pelos grupos da comunidade já estão sendo atendidas. 

“No caso de bolsas e auxílios, desde 2014, todos os estudantes que atenderam aos critérios estabelecidos pela Unesp para atribuição desses auxílios de permanência estudantil foram atendidos com pelo menos uma modalidade”, disse.

De acordo com o site da Unesp de Marília, o investimento de 2023 foi montante de R$ 3.595.866,00 de reais para o custeio da Unidade. Tudo para os recursos arrecadados com inscrição em cursos de extensão, concursos, Restaurante Universitário e concessão de espaço para a Cantina.

Quem é Eduardo Kobra?

Eduardo Kobra é um artista de rua brasileiro nascido em São Paulo, em 1976. Seu interesse pela arte começou desde muito cedo, e ele logo descobriu sua paixão por pintura e grafite. Ao longo de sua carreira, Kobra desenvolveu um estilo inconfundível, caracterizado por cores vibrantes e linhas audaciosas.

Começou a desenhar em muros na clandestinidade, como pichador, ainda durante a adolescência. Ao longo de sua carreira, Kobra desenvolveu um estilo inconfundível, caracterizado por cores vibrantes e linhas audaciosas.

Fonte: clique aqui.
Você bem informado!

COMMENTS